Confie no Si Fu / Trust Si Fu

Confie no Si Fu / Trust Si Fu

Si Fu e eu no dia do meu Baai Si.

download ENGLISH VERSION

Quando eu comecei a praticar Ving Tsun, o que mais me impressionou foi a multiplicidade de informações e interpretações de um fato que o sistema permitia. Em uma das minhas primeiras sessões de Ving Tsun Experience, eu estava aprendendo o Yat Ji Jung Choei, o popular soco… Durante a sessão eu fui perguntado pelo meu Si Hing Thiago Pereira para que servia um soco.  Eu vi que talvez aquela fosse uma pergunta capciosa e titubeei um pouco… sabia que iria responder aquela pergunta de forma inadequada, mas mesmo assim resolvi me arriscar e respondi que um soco servia para ferir ou agredir outra pessoa. Meu Si Hing perguntou “Então se é para isso, porque não estamos nos batendo?”. Fiquei sem resposta e após essa intervenção fui aos poucos podendo enxergar, através do processo de mobilização do meu Si Hing, que através do movimento de soco explorávamos uma série de particularidades do Siu Nim Do.

Depois desse episódio comecei a tentar ver o que cada movimento podia dizer. Através desse processo fui percebendo que muitas vezes as dificuldades técnicas são análogas as próprias dificuldades da vida. Funcionando como metonímias, uma vez que substituem a parte pelo todo. Muitas vezes a dificuldade de explorar os movimentos está ligada a uma dificuldade de expressão que incide na pessoa de uma forma global, aparecendo em muitas partes de sua vida.

7a9bf-jigsaw

O aprendizado no Ving Tsun, algumas vezes pode parecer uma montagem de quebra-cabeças.

Existe um grande filósofo alemão, chamado Arthur Schopenhauer que diz que existe uma diferença entre alguém talentoso e alguém genial. Para Schopenhauer uma pessoa talentosa é aquela que acerta o alvo que ninguém mais consegue, enquanto a pessoa genial acerta o alvo que ninguém vê.

     Recentemente, meu Si Fu pediu que eu começasse a escrever, particularmente sobre Vida-Kung Fu e a relação Mestre-Discípulo. Em um primeiro momento me questionei porque Si Fu estava me pedindo isso. Seria eu a pessoa mais indicada para essa tarefa?

Lembrei então do início da minha prática e de como que dentro da dimensão Kung Fu muitas coisas não são somente o que parecem, passei a pensar em qual tipo de experiência a escrita poderia me proporcionar, essa experiência que não estaria limitada a mecânica da escrita e sim essa tarefa me possibilitaria explorar cada vez mais a dimensão Kung Fu. Desse modo eu poderia ter mais acesso à novas experiências de vida geradas a partir do Kung Fu,  como por exemplo estar mais próximo do Si Fu e como essa atividade pode gerar  grande crescimento pessoal. Eu não sei o que Si Fu viu para me pedir que eu escrevesse esses textos, mas sempre tento me lembrar que os gênios são aqueles que acertam o alvo que ninguém mais vê.
blog-1

Discípulo de Mestre Julio Camacho. Iuri Alvarenga “Moy Yau Lei” iurial1v@gmail.com

whatsapp-image-2017-02-15-at-19-04-10-1

Trust Si Fu

Confie no Si Fu / Trust Si Fu

Si Fu and I on my Baai Si’s day

When I started practicing Ving Tsun, i got very impressed by th multiplicity of information and interpretations of a stimuli that the system allowed. In one of my first Ving Tsun Experience sessions, I was being introduced to Yat Ji Jung Choei, most known as the punch … During the session I was asked by my Si Hing Thiago Pereira what a punch was for. I  thought that maybe that was a trick question … I knew I would answer that question inappropriately, but I still decided to take my chances and I answered that a punch  was meant to hurt or assault another person. My Si Hing asked, “So if that’s what a punch is for, why  we’re not hitting each other?” I was speechless and after this intervention I gradually saw, through the process of mobilization of my Si Hing, that through the movement of punch we  were exploring a series of peculiarities of Siu Nim Do.

After that episode I began to try to see what each movement could say to me. Through this process I have come to realize that technical difficulties sometimes are analogous to each one life’s personal difficulties. Functioning as metonymy, since they replace the part for the whole. Often the difficulty of exploring the movements is linked to a difficulty of expression that affects the personas whole, appearing in many parts of his/her life.

7a9bf-jigsaw

Sometimes learning in Ving Tsun is like solving a puzzle.

There is a great German philosopher named Arthur Schopenhauer who claims to be a difference between a talented person and a genius. For Schopenhauer a talented person is the one who hits a target while no one else can, while the genius hits a target that nobody else sees.

Recently, my Si Fu asked me to start writing, particularly about Kung Fu Life and the Master-Disciple relationship. At first I wondered why Si Fu was asking me this. Would I be the best suited person for this task?

Then I remembered the beginning of my practices and how in the Kung Fu dimension many things are not only what they seem, I started to think of what kind of experience writing could give me, and how this experience would not be limited to the mechanics of mere writing.  Through the  writing  i was going to be able to explore more and more the Kung Fu dimension, in on top of that i was going to have more access to the possibilities offered through Kung Fu life, such as being closer to Si Fu, therefore this activity could generate great personal growth. I do not know what Si Fu saw to ask me to write these texts, but I always try to remember that geniuses are the ones who hit the target that no one else sees.

blog-1

An disciple of Master Julio Camacho. Iuri Alvarenga “Moy  Yau Lei” iurial1v@gmail.com

whatsapp-image-2017-02-15-at-19-04-10-1

Um comentário em “Confie no Si Fu / Trust Si Fu

  1. […] o trabalho de soco. Depois de algumas tentativas, me inspirei em algo que o Mestre Thiago Pereira me disse e perguntei: “Para que serve esse soco que a gente tá trabalhando?!”. O rapaz disse que para […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s